Sem Edição: conteúdo audiovisual do Desde

Sem Edição| Solange Souza Lima Moraes  Série "Cinema Falado" 15/3/2020

Solange Souza Lima Moraes: cineasta e produtora audiovisual. Foto: Raulino Júnior

A cineasta, produtora audiovisual e proprietária da Araçá FilmesSolange Souza Lima Moraes, é a convidada da vez do Sem Edição. A entrevista integra a série Cinema Falado, que comemora os nove anos do Desde. Na primeira parte, Solange fala como se transformou numa produtora de cinema, diz como é ser mulher na sétima arte e conta como foi as suas experiências trabalhando na produção de filmes. Ela fala também sobre a passagem pela gestão, onde atuou em órgãos como Associação Baiana de Cinema e Vídeo e Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas, entre outros. Na entrevista, a produtora ainda opina sobre a Lei de Incentivo à Cultura e sobre as políticas públicas para o audiovisual.


Na segunda parte, Solange fala sobre o papel do cinema na sociedade, sobre o curso A Engenharia da Produção no Cinema e sobre os atuais projetos da Araçá Filmes, como os filmes A Pele Morta (Bruno Torres e Denise Moraes), Longe do Paraíso (Orlando Senna) e Nina (Paulo Alcântara). Não deixe de ver!


Agradecimentos mais que especiais a Solange Souza Lima Moraes! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Solange! Mais sucesso! 

Data da gravação: 14 de março de 2020
Local:  residência da entrevistada (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior
_____
OBSERVAÇÃO: 1) Na apresentação de Solange e na parte final da entrevista, Raulino Júnior acrescenta um "de" que não existe ao nome da produtora. Ainda na apresentação, o jornalista fala: "...dos filmes pelos quais ela participou como produtora". Na verdade, o correto seria: "...dos filmes dos quais ela participou como produtora". Desde já, pedimos desculpas pelos erros; 2) Pedimos desculpas também pelos ruídos que comprometeram alguns trechos da entrevista. Foi problema de configuração da câmera. Ficaremos mais atentos nas próximas entrevistas.

*
Sem Edição| Antonio Olavo  Série "Cinema Falado" 16/2/2020 
Antonio Olavo: cineasta, documentarista, roteirista, diretor e escritor. Foto: Raulino Júnior


Para abrir a 6ª temporada do Sem Edição e integrando a série Cinema Falado, que comemora os nove anos do Desde, o convidado é Antonio Olavo, cineasta, documentarista, roteirista, diretor e escritor. Na primeira parte da entrevista, ele fala sobre sua vinda de Jequié para Salvador, no final de 1973. Na capital, ingressou na Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde cursou Geologia. Nessa mesma época, fez um curso livre de cinema, ministrado por Guido Araújo. Assim, nasceu a vontade de ser cineasta. Através de Guido, teve a oportunidade de participar das produções dos filmes Dona Flor e Seus Dois Maridos e Os Pastores da Noite. Era o responsável pela seleção dos figurantes. No bate-papo, Olavo fala ainda sobre as suas referências no cinema documental, citando Eduardo Coutinho e Silvio Tendler, reflete sobre a falta de crítica cultural nos periódicos, explica o processo de produção dos documentários Paixão e Guerra no Sertão de Canudos e Quilombos da Bahia. No final da entrevista, o documentarista opina sobre racismo e a omissão do Estado: "Essas práticas de violências contra o povo negro, particularmente, é coerente com a estrutura que é montada no Estado já de muito antes e que ainda hoje se perpetua".



Na segunda parte, Antonio Olavo fala sobre os documentários Abdias Nascimento: Memória NegraA Cor do Trabalho e Revolta dos Búzios. Sobre Abdias, conta como o conheceu e o que o intelectual lhe disse no dia do lançamento do filme, num Teatro Castro Alves completamente lotado, em 2008. O cineasta conta de onde vem a sua predileção em produzir documentários, reflete sobre a Lei de Incentivo à Cultura, analisa as práticas do atual governo no âmbito da cultura e opina sobre as políticas públicas para o audiovisual na Bahia: "Muito aquém do que poderia, muito aquém do que deveria, muito aquém do necessário". Não deixe de ver!


Agradecimentos mais que especiais a Antonio Olavo! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Olavo! Mais sucesso!

Data da gravação: 11 de fevereiro de 2020
Local: Portfolium Laboratório de Imagens (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior
*
Raimundo Bentes, Música, Ara Ketu e Cultura Baiana - Parte 2  24/12/2019
Raimundo Bentes na Praça das Artes, Pelourinho. Foto: Raulino Júnior

Para fechar a 5ª temporada do Sem Edição, o bate-papo é com Raimundo Bentes, cantor, flautista e saxofonista, que tem uma vasta experiência no universo da música baiana. Bentes, como é mais conhecido, integrou a banda Ara Ketu por dezoito anos e, nesta segunda parte da entrevista, opina sobre o documentário Axé - Canto do Povo de um Lugar (2017), dirigido por Chico Kertész, fala dos antológicos ensaios do Ara e sobre a sua experiência na banda sinfônica da UFBA. Ainda na conversa, Bentes fala sobre o projeto familiar "Costume de Casa vai à Praça", diz o que acha sobre a música brasileira atual, dá dicas para quem sonha em se enveredar no ramo da música e projeta o que vai fazer em 2020. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Raimundo Bentes! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Bentes! Mais sucesso!

Data da gravação: 3 de dezembro de 2019
Local: Praça das Artes - Pelourinho (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior



*
Raimundo Bentes, Música, Ara Ketu e Cultura Baiana - Parte 1  4/12/2019
Raimundo Bentes: bate-papo sobre música, Ara Ketu e cultura baiana. Imagem: divulgação.

Para fechar a 5ª temporada do Sem Edição, o bate-papo é com Raimundo Bentes, cantor, flautista e saxofonista, que tem uma vasta experiência no universo da música baiana. Bentes, como é mais conhecido, integrou a banda Ara Ketu por dezoito anos e, nesta primeira parte da entrevista, conta como a arte musical entrou na sua vida, fala sobre os bastidores da Axé Music (opinando sobre o que, para ele, motivou a derrocada do movimento e sobre a a atual formação do Ara, com Dan Miranda), sobre a experiência de tocar com Gilberto Gil e Jimmy Cliff. Não deixe de ver! 

Agradecimentos mais que especiais a Raimundo Bentes! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Bentes! Mais sucesso! Estendemos os agradecimentos à equipe da Biblioteca Central do Estado da Bahia, em especial, à produtora Laís Di Oliveira, à diretora Naiara Malta e a Adla Lima. Muito obrigado!

Observação: por causa de um problema na câmera, a entrevista foi interrompida antes do tempo. Por isso, tivemos que gravar em duas partes. Desde já, pedimos desculpas.

Data da gravação: 14 de novembro de 2019
Local: Biblioteca Central do Estado da Bahia (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Mário Santana, Saúde Mental do Professor, Síndrome de Burnout e Psicologia 2/10/2019
Mário Santana: reflexões sobre comportamento humano. Foto: Raulino Júnior

A gente está falando demais e ouvindo muito pouco? Como está a nossa saúde mental? E a do professor? Você sabe o que é e quais são os sintomas da Síndrome de Burnout? Essas questões são respondidas nesta entrevista exclusiva que o pedagogo e psicólogo Mário Santana concedeu para o Sem Edição. Não deixe de ver! 

Agradecimentos mais que especiais a Mário Santana! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Mário! Mais sucesso!

Data da gravação: 1º de outubro de 2019
Local: CICLO - Núcleo de Escuta e Intervenções Psicológicas e Educacionais (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Alexnaldo Santos, Geração Black, Solidariedade e Trabalho Voluntário 19/7/2019
Alexnaldo Santos: trabalho voluntário em prol do povo negro
No Dia da Caridade, o Sem Edição traz uma entrevista exclusiva com Alexnaldo Santos, idealizador do projeto social Geração Black, uma iniciativa desenvolvida nas comunidades Salvador há três anos, cujo objetivo é promover a autoestima, autoafirmação e valorização do povo negro. Durante a conversa, Alex Black, como ele é conhecido, fala sobre o que o motivou a criar o grupo, quais são as ações desenvolvidas, por quais comunidades o projeto já passou e qual a resposta das pessoas que são beneficiadas. Ele ainda fala sobre os planos do Geração Black para o futuro e o trabalho que realiza como modelo. Não deixe ver!

Agradecimentos mais que especiais a Alexnaldo Santos! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Alex! Mais sucesso!

Data da gravação: 16 de julho de 2019
Local: Residência do entrevistado (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Fernando Conceição, Militância, Jornalismo e Educação 29/5/2019
Fernando Conceição: reflexões sobre racismo, militância, jornalismo e universidade. Foto: Raulino Júnior

Chegamos ao quinquagésimo Sem Edição e, para comemorar essa marca do programa, convidamos Fernando Conceição, jornalista, professor da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (Facom/UFBA), mestre e doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP), para uma entrevista especial e exclusiva. Durante o bate-papo, Fernando fala sobre racismo, militância e vida acadêmica. O professor opina sobre jornalismo soteropolitano, os atuais problemas envolvendo universidades e governantes e fala sobre as acusações feitas por estudantes da UFBA, em 2016, que o consideraram machista, homofóbico e assediador. No final, responde se é polêmico ou visto como tal: "Sempre houve uma tentativa de calar, digamos assim, a expressão de alguém que não está em concordância com esse estado de coisas que é o Brasil, que é a Bahia, que é Salvador. [...] A minha principal arma é, exatamente, o discurso". Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Fernando Conceição! Obrigado pela confiança e disponibilidade, professor! O senhor é referência! Mais sucesso!

CORREÇÃO DE ERROS DO ENTREVISTADOR: a) na terceira pergunta, Raulino Júnior comete um erro de concordância verbal. Em vez de falar "...essas atitudes não caracterizam...", fala "...essas atitudes não caracteriza..."; b) em outro trecho da entrevista, afirma que, de 1994 para 2019, são passados 26 anos. Na verdade, são 25. O "Sem Edição" pede desculpas aos internautas pelos erros.

Data da gravação: 15 de maio de 2019
Local: Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (Facom/UFBA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Adriele do Carmo, Literatura, Comunicação e Produção Cultural 15/5/2019
Adriele do Carmo: "A minha escrita é o meu grito de liberdade". Foto: Raulino Júnior

No dia 1º de maio, além de ter sido o Dia do Trabalho, foi também o Dia da Literatura Brasileira. Por isso, como forma de comemorar, o Sem Edição convidou a poeta Adriele do Carmo para uma entrevista especial. Durante o bate-papo, Adriele, que também é relações públicas e produtora cultural, falou sobre como a literatura entrou na vida dela e sobre a publicação dos livros Guarda-versos: palavras que não pude calar e Poéticas periféricas: novas vozes da poesia soteropolitana, ambos de 2018. A escritora falou ainda sobre eventos literários, como o Sarau das Artes Santa Cruz, que idealizou e produziu, comunicação comunitária e representatividade. No final, nos brinda com a leitura do poema Afrontosa, de sua autoria. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Adriele do Carmo! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Adriele! Mais sucesso!

Data da gravação: 11 de maio de 2019
Local: Pátio Marielle Franco, do Teatro-Escola Jorge Amado (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Sidcley Caldas, Eu Canto Matemática, Educação e Música 28/4/2019
Sidcley Caldas: educação com ludicidade no projeto Eu Canto Matemática. Foto: Raulino Júnior

Hoje, é o Dia Mundial da Educação e, para celebrar a data, o Sem Edição traz uma entrevista exclusiva com Sidcley Caldas, engenheiro civil, licenciado em Pedagogia e em Matemática, mestre em Educação pela UFBA e doutorando em Educação (UFBA). Desde 2016, Sidcley mantém, no YouTube, o canal Eu canto Matemática com Sidcley Caldas, no qual produz canções cujas letras tratam de ideias e enunciados matemáticos. Nesta entrevista, ele fala como e por que o projeto nasceu e sobre qual é a contrapartida das pessoas que acompanham os vídeos, reflete sobre a prática pedagógica e acadêmica, opina sobre a "má fama" da matemática e, obviamente, canta algumas de suas canções, incluindo as paródias. Além disso, fala sobre a sua pesquisa de mestrado, defendida em 2016, e diz como os estudos de Anísio Teixeira e Paulo Freire influenciaram a sua iniciativa. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Sidcley Caldas! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Sidcley! A espera foi grande, mas valeu muito a pena! Mais sucesso!

Data da gravação: 23 de abril de 2019
Local: Residência do entrevistado (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Eduardo Guimarães, Perus (SP), Artes Cênicas e Comunicação  17/4/2019
Eduardo Guimarães posa na Escola de Dança da UFBA: artista em movimento. Foto: Raulino Júnior
Na abertura da 5ª temporada do Sem Edição, o bate-papo é com Eduardo Guimarães, educador, performer, ator, dançador, graduando da Escola de Dança da UFBA e apresentador. Durante a conversa, Eduardo fala sobre Perus, bairro da região noroeste de São Paulo do qual é oriundo, e sobre como começou o seu envolvimento com arte e cultura. O artista explica como atua na Comunidade Cultural Quilombaque e no Núcleo de Pernaltas do Orún do Bloco Afro Ilú Obá de Min, coletivos que ele integra. Eduardo revela o motivo que o fez vir morar em Salvador, reflete sobre o papel social da universidade e conta como foi o todo o processo que o levou a ser um dos apresentadores do programa Campus em Ação, da TV Cultura. Não deixe de ver! 

Agradecimentos mais que especiais a Eduardo Guimarães! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Eduardo! Você é muito inspirador! Mais sucesso!

Data da gravação: 14 de abril de 2019
Local:Escola de Dança da UFBA (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Donminique Azevedo, Portal Correio Nagô e Comunicação Social  18/12/2018
Donminique Azevedo na sede do Instituto Mídia Étnica: jornalismo com perspectiva interseccional. Foto: Raulino Júnior
Neste Sem Edição, você assiste a uma entrevista exclusiva com Donminique Azevedo, jornalista e editora-chefe do Portal Correio Nagô, um dos veículos de comunicação do Instituto Mídia Étnica. No bate-papo, Donminique fala sobre o seu ingresso no Correio Nagô, os desafios de manter no ar um dos portais mais importantes da mídia baiana e sobre os planos para os próximos anos. Além disso, a documentarista e educadora fala de sua trajetória profissional, de como nasceu a sua vontade de ser jornalista e opina sobre o jornalismo feito em Salvador. No final, ela explica sobre o que motivou a produção do documentário AIUÊ - Escutando os Sons dos Quilombos, do Coletivo Cacos, do qual é diretora de comunicação. A entrevista de Donminique encerra a temporada de 2018 do programa. Não deixe de ver! Está muito interessante! Até 2019!

Agradecimentos mais que especiais a Donminique Azevedo! Obrigado pela confiança e disponibilidade! Mais sucesso para você! Estendo os agradecimentos também a Emile Brito, por ter auxiliado na gravação, e a Patricia Nascimento, pela indicação da pauta! Obrigado, meninas!

Data da gravação: 17 de dezembro de 2018
Local: Instituto Mídia Étnica (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


Acesse o Portal Correio Nagô: https://correionago.com.br.

*
Escola Afro-Brasileira Maria Felipa, Decolonialidade do Saber e Educação Infantil  7/11/2018
Naiara Ferreira, Bárbara Carine e Ian Cavalcante, na Escolinha Maria Felipa: educação de vanguarda e decolonial. Foto: Raulino Júnior
Neste Sem Edição, você assiste a uma entrevista exclusiva com os responsáveis pela Escolinha Maria Felipa, escola afro-brasileira de educação infantil localizada em SalvadorNaiara Ferreira (sócia e coordenadora pedagógica) Bárbara Carine (consultora pedagógica) e Ian Cavalcante (sócio e diretor) falam sobre o que motivou a abertura da escola, a proposta pedagógica da instituição (que vai articular referencial teórico da decolonialidade do saber e da pedagogia histórico-crítica) e por que decidiram homenagear Maria Felipa. Além disso, os educadores refletem sobre a Lei 10639/03 (que estabelece a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira" nos currículos do ensino fundamental e médio), pontuam que a Escolinha Maria Felipa (EMF) é para todas e todos e abordam outras especificidades da unidade de ensino. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Naiara Ferreira, Bárbara Carine e Ian Cavalcante! Obrigado pela confiança e disponibilidade, galera! Mais sucesso para vocês e para a EMF!

Data da gravação: 3 de novembro de 2018
Local: Escolinha Maria Felipa (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


| Canais da Escolinha Maria Felipa |

Site: www.escolinhamariafelipa.com.br
Instagram: www.instagram.com/escolinhamariafelipa
Facebook: www.facebook.com/escolinhamariafelipa
WhatsApp: (71) 99179-0082
E-mail: escolinhamariafelipa@gmail.com

*
Glebesson Almeida, GRV Modas e Ilha Amarela  30/10/2018
Glebesson Almeida: moda e identidade em Ilha Amarela, subúrbio de Salvador. Foto: Raulino Júnior
Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, Glebesson Almeida, estudante de engenharia de petróleo e gás e proprietário da GRV Modas, fala sobre como nasceu o seu interesse por moda e sobre o início das atividades da sua empresa, que fica localizada no bairro de Ilha Amarela, subúrbio de Salvador. O empresário fala também sobre a importância da marca para a economia local, uma vez que toda a cadeia de produção das peças conta com profissionais do próprio bairro. Glebesson diz como é o seu processo criativo, aborda o seu engajamento em projetos sociais e cita alguns artistas que usam roupas da GRV. Além disso, conta quais são as estratégias para consolidar ainda mais a marca. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Glebesson Almeida! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Glebesson! Mais sucesso! 

Data da gravação: 27 de outubro de 2018
Local: GRV Modas (Ilha Amarela/Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Vinícius Nascimento, Carreira Artística e Outros Negócios  30/9/2018
Vinícius Nascimento: nascido e criado em berço de arte, o Centro Histórico de Salvador. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, Vinícius Nascimento, ator e produtor audiovisual, fala como foi a abordagem de Monique Gardenberg e o convite para integrar o elenco de Ó Paí,Ó, filme que o revelou para o Brasil em 2007, do qual Monique era diretora. O ator fala também sobre a família e de como a sua mãe, "Kinha", é mais do que uma mãe, é uma amiga e parceira de todas as horas. Na conversa, o artista diz como foi participar de produções do cinema nacional, como o próprio Ó Paí, Ó (2007), além de Doido Lelé (2009) e À Beira do Caminho (2012). Outras experiências artísticas são abordadas no bate-papo, como a passagem dele pela companhia de teatro Os Novos Novos, o trabalho de dublagem no filme A Era do Gelo 4 (2012) e a participação na série Música da Minha Vida e no filme/série Entre Irmãs, da Rede Globo. Vinícius ainda fala sobre educação, a sociedade que tem numa empresa de finanças e cita pessoas que foram importantes para a sua formação artística e cidadã. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Vinícius Nascimento! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Vinícius! Mais sucesso! 

Data da gravação: 29 de setembro de 2018
Local: escadaria da Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo, Salvador-BA
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Maria Carolina, Sillas Sampaio e o projeto CERTO   13/8/2018
Sillas Sampaio e Maria Carolina: trabalho voluntário através do projeto CERTO. Foto: Raulino Júnior

A equipe do Sem Edição foi até Conceição do Jacuípe (Berimbau) para conversar com Maria Carolina e Sillas Sampaio, responsáveis pelo projeto CERTO (Centro Estudantil de Referencial Teórico Organizado). Na ocasião, eles falaram sobre como a iniciativa nasceu, quais ações são promovidas e se tem algum tipo de apoio para o trabalho que desenvolvem. Além disso, Maria e Sillas destacaram a importância de realizar uma atividade com a natureza do CERTO e revelaram quais serão os próximos passos do projeto. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais à Maria Carolina e a Sillas Sampaio! Obrigado pela confiança e disponibilidade, galera! Mais sucesso! 

Data da gravação: 11 de agosto de 2018
Local: Conceição do Jacuípe-BA
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Marcus Pantera, Papo de Favela e Pagode Baiano   23/4/2018
Marcus Pantera: música e comunicação na veia. Foto: Raulino Júnior
Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, Marcus Pantera — cantor, compositor, produtor, apresentador do Papo de Favela e comunicador nato — fala por que adotou o "Pantera" no nome e também de Ilha Amarela, bairro soteropolitano onde nasceu e vive até hoje. O artista conta como começou a sua carreira na música e sobre a experiência que teve nas bandas de pagode pelas quais passou. Pantera ainda opina sobre a atual situação do Brasil, fala como e por que idealizou o programa Papo de Favela e revela os planos para o futuro. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Marcus Pantera! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Pantera! Mais sucesso! Estendemos os agradecimentos a Nadson Júnior (o "Boca"), que ajudou na produção da entrevista.

OBSERVAÇÃO: num dos trechos do vídeo, Raulino Júnior diz que estamos numa "democracia disfarçada de ditadura". Na verdade, obviamente, ele quis dizer o contrário. Desde já, pedimos desculpas pelo equívoco.

Data da gravação: 21 de abril de 2018
Local: Residência do entrevistado (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Jheovane, Arrocha e Sertanejo   4/3/2018
Jheovane: 18 anos de carreira e muita história para contar. Foto: Raulino Júnior

A equipe do Sem Edição foi até Conceição do Jacuípe (Berimbau) para conversar com o cantor e compositor Jheovane. Durante o papo, o artista lembrou o início de sua carreira, opinou sobre a consolidação do Arrocha e falou sobre a sua relação com os fãs. Além disso, cantou algumas músicas e disse o que está preparando para comemorar os 18 anos de carreira. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Jheovane! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Jheo! Mais sucesso! Estendemos os agradecimentos a Marcelo Oliveira, que viabilizou a entrevista. Obrigado, Marcelo!

Data da gravação: 30 de janeiro de 2018
Local: Conceição do Jacuípe-BA
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Patrice de Moraes, Literatura e Poesia   18/2/2018
Patrice de Moraes: literatura na veia. Foto: Raulino Júnior
A equipe do Sem Edição foi até Conceição do Jacuípe (Berimbau) para conversar com Patrice de Moraes, poeta, escritor, compositor e professor. Na entrevista, ele fala sobre como se deu a sua incursão na literatura e sobre os seus livros (Eurótico e Minha Bahia). O poeta fala também sobre as músicas que fez, a participação em festivais e declama alguns de seus poemas. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Patrice de Moraes! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Patrice! Mais sucesso!

Data da gravação: 30 de janeiro de 2018
Local: Residência do entrevistado (Conceição do Jacuípe-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Sem Edição| Enquete: para você, qual é a atual situação da MPB?   12/1/2018

Neste vídeo, alguns participantes do curso de Música Popular Brasileira opinam sobre a atual situação da música feita no Brasil. O curso foi ministrado por Vítor Queiroz, no Centro de Formação em Artes (CFA), da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), de 8 a 12 de janeiro de 2018, em Salvador.

Participam da enquete, por ordem de aparição, as seguintes pessoas: Vítor Queiroz, Sidcley Caldas, Larissa Caldeira, Marcos Bezerra, Edson de Souza e Carla Visi.


Data da gravação: 12 de janeiro de 2018
Local: Centro de Formação em Artes (CFA), Salvador-BA
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Vítor Queiroz, História e MPB   8/1/2018
Vítor Queiroz: historiador, mestre em História Social da Cultura e doutor em Antropologia. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, Vítor Queiroz, historiador, mestre em História Social da Cultura e doutor em Antropologia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), falou sobre o começo da sua trajetória acadêmica, fez uma breve análise sobre a sociedade atual, tocou em algumas questões relacionadas à sua tese, cujo título é A Pedra que Ronca no Meio do Mar: baianidade, silêncio e experiência racial na obra de Dorival Caymmi. O historiador opinou sobre o que é MPB e analisou a atual situação da música feita no Brasil. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Vítor Queiroz! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Vítor! Mais sucesso! Estendo os agradecimentos também à Grácia Queiroz, que ajudou na produção da entrevista.

Data da gravação: 8 de janeiro de 2018
Local: Residência do entrevistado (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Caio Brandão, Música e MUSA 2017   24/12/2017
Caio Brandão: cantor, compositor, violonista e arteiro. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, Caio Brandão, cantor compositor e violonista, falou sobre o começo da carreira, sobre a participação no MUSA (Festival de Música Universitária de Salvador), no qual ganhou na categoria "Melhor Música", com Delírio Desvão e sobre os outros festivais de que participou. O artista opina sobre as políticas públicas de fomento para as artes, conta o que acha da academia, uma vez que é estudante de Música Popular, na Escola de Música de Universidade Federal da Bahia, e fala sobre a atuação no coletivo Pangea, projeto criado em 2016. A entrevista com Caio encerra a temporada 2017 do Sem Edição. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Caio Brandão! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Caio! Mais sucesso!

Data da gravação: 19 de dezembro de 2017
Local: Escola de Música da UFBA
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Matheus Maia, Fotografia e Produção Audiovisual   24/10/2017
Matheus Maia: "A minha forma de ver o mundo sempre foi voltada para o visual. Sempre fui muito imagético". Foto: Caroline Mesquita
A equipe do Sem Edição foi até Conceição do Jacuípe (Berimbau) para conversar com Matheus Maia, fotógrafo e produtor audiovisual. Nesta entrevista exclusiva, o artista falou sobre como a fotografia entrou na sua vida, o conceito do seu trabalho e sobre a sua experiência na publicidade, uma vez que é estudante da área. Matheus opina sobre a atual situação do Brasil, explica o que o motivou a produzir vídeos, elenca os fotógrafos e produtores audiovisuais que admira e fala sobre os projetos para o futuro. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Matheus Maia! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Matheus! Mais sucesso! Estendemos os agradecimentos a Caroline Mesquita, que auxiliou na produção e fez as fotos oficiais da entrevista. Muito obrigado, Carol!

CONHEÇA O TRABALHO DE MATHEUS:

a) Instagram: www.instagram.com/phmatheusmaia
b) Flickr: www.flickr.com/photos/matheusmaia09

Data da gravação: 12 de outubro de 2017
Local: Conceição do Jacuípe-BA (Berimbau)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Uendsa Mariáh, Música e a Arte de Cantar   16/10/2017
Uendsa Mariáh: "O que eu gosto é cantar". Foto: Caroline Mesquita
A equipe do Sem Edição foi até Conceição do Jacuípe (Berimbau) para conversar com a cantora e compositora Uendsa Mariáh. Nesta entrevista exclusiva, a artista fala sobre como começou a carreira, quais as influências musicais e sobre a experiência de cantar na noite. Nesse sentido, Uendsa conta como faz a escolha do repertório e o que ela gosta de cantar. A participação em festivais de música, as bandas pelas quais passou e a parceria com o poeta Patrice de Moraes, no Projeto Minha Bahia, também figuram na conversa. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Uendsa Mariáh! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Uendsa! Mais sucesso! Estendemos os agradecimentos a Caroline Mesquita, que auxiliou na produção e fez as fotos oficiais da entrevista. Muito obrigado, Carol!

Data da gravação: 12 de outubro de 2017
Local: Residência da entrevistada (Conceição do Jacuípe-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Edni Devay, Música e Bateria  /10/2017
Edni Devay: músico desde que se entende por gente. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, Edni Devay, músico (baterista) e educador, falou sobre como iniciou os seus estudos de música, a carreira profissional e sobre o cenário musical do Brasil de hoje. Além disso, opinou sobre a atual situação do país e sobre os festivais de música. O artista também falou sobre o livro Ritmo em Melodia, que escreveu em parceria com o professor Eddie Cameron. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Edni Devay! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Edni! Mais sucesso!

Data da gravação: 30 de setembro de 2017
Local: Salvador-BA
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Sinho Bahiano, Jiu-Jitsu e Artes Marciais  4/9/2017
Sinho Bahiano: determinação e disciplina na prática do jiu-jitsu. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, o lutador de jiu-jitsu, Sinho Bahiano, fala sobre as modalidades de artes marciais que pratica e sobre como começou no esporte. Ele ainda analisa a cena da arte marcial em Salvador, fala das dificuldades que os atletas encontram, da importância do apoio da família e do Projeto Social Luta Cidadã. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Sinho Bahiano! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Sinho! Mais sucesso! Estendemos os agradecimentos a Marta Helena, que ajudou na produção da entrevista. Obrigado, Marta! Oss!

Data da gravação: 2 de setembro de 2017
Local: Jiu-Jitsu Academy - Cassão Team (São Caetano/ Salvador)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Tiago Bittencourt, Raul Seixas e Jornalismo  29/8/2017
Tiago Bittencourt estreia no mercado editorial: histórias sobre Raul Seixas. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, o jornalista Tiago Bittencourt fala um pouco sobre a sua carreira no jornalismo, analisa a prática da atividade no Brasil e faz uma reflexão sobre a crise política do país. No bate-papo, Tiago fala ainda sobre todo o processo de produção do livro O Raul que me contaram: a história do Maluco Beleza revisitada por um programa de TV (editora Martin Claret), do qual é autor. A obra é uma extensão da reportagem Raul Seixas - "Esse caminho que eu mesmo escolhi", feita por Bittencourt em agosto de 2015, para o programa Caminhos da Reportagem, da TV Brasil. Algumas histórias curiosas sobre o "Pai do Rock Nacional" e a aproximação com Cláudio Roberto, amigo e parceiro de Raul em várias músicas, também figuram na conversa. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Tiago Bittencourt! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Tiago! Mais sucesso! Estendemos os agradecimentos a Leandro Lel Lima, que viabilizou esta entrevista.

Data da gravação: 28 de agosto de 2017
Local: Residência do entrevistado (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Carlos Abreu, Música e Projeto Som de Canja 11/8/2017
Carlos Abreu, no Dique do Tororó. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, Carlos Abreu, empreendedor cultural, fala sobre como começou a relação dele com a música e explica como e por que idealizou o Projeto Som de Canja. Além disso, destaca toda a dinâmica da ação cultural e diz como artistas da música podem participar da iniciativa. Abreu também opina sobre as políticas públicas de Salvador e conta como começou a atuar na produção cultural. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Carlos Abreu! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Carlos! Mais sucesso!

Data da gravação: 5 de agosto de 2017
Local: Dique do Tororó (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Cássia Domingos, Lorena Bastos e o espetáculo Minha Irmã 31/7/2017
Lorena Batos e Cássia Domingos: carreira, teatro e Minha Irmã. Foto: Eduardo Sena

Nesta entrevista exclusiva que concederam para o Sem Edição, as atrizes Cássia Domingos e Lorena Bastos, da Companhia Total de Teatro, falaram sobre todo o processo de produção do espetáculo Minha Irmã. Nesse sentido, explicaram como e por que a Companhia decidiu montar o texto de Marcos Barbosa, como se deu o trabalho de corpo na preparação das personagens e destacaram as características de Amália (Cássia) e Emília (Lorena) que têm a ver com elas. Além disso, durante a conversa, as atrizes falaram brevemente sobre suas respectivas trajetórias artísticas e sobre o fazer teatral. Não deixe dever!

Lorena Bastos estuda Artes Cênicas na Universidade Federal da Bahia (UFBA) e faz teatro desde os 11 anos. A pernambucana Cássia Domingos veio para Salvador, em 2009, para estudar teatro e hoje faz doutorado em Artes Cênicas, também na UFBA.

Agradecimentos mais que especiais a essas duas artistas! Obrigado pela confiança e disponibilidade, meninas! Mais sucesso!

Data da gravação: 30 de julho de 2017
Local: Espaço Xisto Bahia (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Marcos Oliveira, Teatro, Arte e Educação 25/5/2017
Marcos Oliveira: mais de 15 anos de teatro. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, Marcos Oliveira, que é professor de teatro, ator e diretor, fala sobre o início de sua carreira nas artes cênicas, os trabalhos realizados na Companhia Total de Teatro e na Companhia O Cidadão de Papel e sobre o desafio de fazer teatro em Salvador. O professor opinou sobre o tradicional Prêmio Braskem de Teatro e também sobre o papel da crítica nas artes. Formado em Licenciatura em Teatro pela Universidade Federal da Bahia, com especialização em Metodologia do Ensino da Arte pela UNINTER, Marcos falou ainda sobre conservadorismo na academia, cinema e a perspectiva para a arte nos próximos anos. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Marcos Oliveira! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Marcos! Mais sucesso!

Data da gravação: 21 de maio de 2017
Local: Espaço Xisto Bahia (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Antonio Cozido, Dança e Swing Afro-Baiano 23/2/2017
Antonio Cozido: dançarino, coreógrafo e criador do Swing Afro-Baiano. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, dentro da comemoração pelos seis anos do Desde, Antonio Cozido, dançarino, coreógrafo, ator, diretor e produtor cultural, fala sobre o início de sua carreira, das experiências que teve com uma infinidade de artistas da Axé Music (ele foi dançarino de Daniela Mercury) e sobre o seu processo criativo. Opina sobre o caráter midiático que a dança ganhou e sobre o FitDance. Cozido fala ainda de Swing Afro-Baiano, modalidade que criou, e reflete sobre a realidade da dança na Bahia. A sua participação no filme Cinderela Baiana, a dança como adereço e a origem do seu apelido também figuram na conversa. Não deixe de ver! Link: http://desdequeeumeentendoporgente.blogspot.com.br/2017/02/antonio-cozido-danca-e-swing-afro-baiano.html.

Agradecimentos mais que especiais a Antonio Cozido! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Antonio! Mais sucesso!

Data da gravação: 21 de fevereiro de 2017
Local: Espaço Vida Saudável - Academia Physical Club (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Ildazio Tavares Júnior, Rádio e Entretenimento 16/2/2017
Ildazio Tavares Júnior: empresário, radialista e mais de 30 anos no ramo do entretenimento. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, dentro da comemoração pelos seis anos do DesdeIldazio Tavares Júnior, radialista, administrador, produtor cultural e empresário, fala sobre como começou a sua história no rádio, elenca os programas pelos quais passou, explica o perfil do Conectados (programa que apresenta na Rádio Excelsior FM, de segunda a sexta, das 13h às 14h) e analisa  a cena do rádio na capital baiana. Revela como foi a experiência de participar do reality show Hipertensão, da Rede Globo, em 2002, opina sobre a noite de Salvador, enfatizando o segmento de bares e restaurantes, e sobre o documentário Axé - Canto do Povo de Um Lugar, de Chico Kertész. No final, fala sobre os riscos de se deixar seduzir pelas tentações da indústria do entretenimento.  Não deixe de ver! Link: http://desdequeeumeentendoporgente.blogspot.com.br/2017/02/ildazio-tavares-junior-radio-e.html.

Agradecimentos mais que especiais a Ildazio Tavares Júnior! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Ildazio! Mais sucesso!

Data da gravação: 14 de fevereiro de 2017
Local: Rádio Excelsior FM (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior



*
Leno Sacramento, Bando de Teatro Olodum e Arte Engajada 5/2/2017
Leno Sacramento: infinitas faces de um ator engajado. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, dentro da comemoração pelos seis anos do Desde, Leno Sacramento, ator, integrante do Bando de Teatro Olodum (BTO), produtor cultural, diretor, dramaturgo e youtuber, fala sobre o seu ingresso no BTO, em 1996, da vivência no grupo, da polêmica envolvendo o espetáculo Cabaré da RRRRRaça, mesmo antes da estreia, e dos projetos que encabeça fora do Bando. Na conversa, Leno ainda reflete sobre o desafio de promover a formação de plateia em Salvador e sobre a indústria da cortesia. O artista fala da razão da falta de patrocínio do Bando de Teatro Olodum, comenta sobre a resposta do público em relação aos vídeos da Ouriçado Produções, seu canal no YouTube, e revela os planos artísticos para 2017.  Não deixe de ver! Link: http://desdequeeumeentendoporgente.blogspot.com.br/2017/02/leno-sacramento-bando-de-teatro-olodum.html.

Agradecimentos mais que especiais a Leno Sacramento! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Leno! Mais sucesso!

Data da gravação: 31 de janeiro de 2017
Local: Residência do entrevistado (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Madá Negrif, Moda Afro e Empreendedorismo 29/1/2017
Madá Negrif: inovação e empreendedorismo no mundo da moda. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, dentro da comemoração pelos seis anos do Desde, Madá Negrif, designer de moda, estilista, empresária e fundadora da Negrif, marca que trabalha com afirmação da cultura negra, falou da época em que atuava como sacoleira e de como o seu espírito empreendedor contribuiu para que ela se tornasse referência quando o assunto é moda afro. Durante o bate-papo, Madá contou a história que deu origem ao nome "Negrif", qual o público que ela atinge e explicou as razões do processo de expansão da marca. A estilista falou ainda sobre o mercado de moda de Salvador,  responsabilidade social e dos planos para 2017. Não deixe de ver! Link: http://desdequeeumeentendoporgente.blogspot.com.br/2017/01/mada-negrif-moda-afro-e-empreendedorismo.html.

Agradecimentos mais que especiais a Madá Negrif! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Madá! Mais sucesso!

Data da gravação: 19 de janeiro de 2017
Local: Edifício Bariloche (Rua Carlos Gomes, Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Clarindo Silva, Cantina da Lua e Centro Histórico de Salvador 22/1/2017
Clarindo Silva numa das sacadas da Cantina da Lua. Foto: Raulino Júnior 

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, dentro da comemoração pelos seis anos do Desde, Clarindo Silva, coordenador do Projeto Cultural Cantina da Lua, que tem como intuito lutar pela revitalização do Centro Histórico de Salvador (CHS), mostrou toda a sua versatilidade e deu uma aula sobre a história recente do lugar. A propósito, versatilidade é uma marca de Clarindo. Ele é empresário, produtor cultural, jornalista, compositor, chef de cozinha, mestre em História da Bahia e escritor. Durante a conversa, o agitador cultural falou sobre como chegou ao CHS, de quando assumiu a direção do bar e restaurante Cantina da Lua, das personalidades que passaram por lá e dos seus esforços para revitalizar o Pelourinho. Além disso, comentou sobre as premiações que já recebeu, lembrou um episódio de preconceito racial que sofreu na infância, falou sobre o fato de sempre usar roupas brancas e de ter se candidatado, por três vezes, a cargos públicos (duas vezes para vereador e uma vez para deputado estadual). Também recordou a polêmica em torno de sua eleição como Rei Momo do Carnaval de Salvador, em 2008. Não deixe de ver! Link: http://desdequeeumeentendoporgente.blogspot.com.br/2017/01/clarindo-silva-cantina-da-lua-e-centro.html.

Agradecimentos mais que especiais a Clarindo Silva! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Clarindo! Mais sucesso! Agradecimentos também ao turista paulista Vitor Custódio, que auxiliou na produção do segundo vídeo. Obrigado, Vitor! Datas de gravação: 11 e 18 de janeiro de 2017 Local: Cantina da Lua (Centro Histórico de Salvador) Idealização e produção: Raulino Júnior Observação: por causa de um problema técnico bastante perceptível no final do primeiro vídeo, a entrevista teve que ser dividida em duas partes. Desde já, a produção do Sem Edição pede desculpas pelo inconveniente.


Sem Edição| Clarindo Silva, Cantina da Lua e Centro Histórico de Salvador - Parte 1

Sem Edição| Clarindo Silva, Cantina da Lua e Centro Histórico de Salvador - Parte 2


*

Gilmelândia, Música e Projetos Sociais   15/1/2017 
Gilmelândia: cantora, compositora e apresentadora. Foto: Raulino Júnior


Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, dentro da comemoração pelos seis anos do DesdeGilmelândia, cantora, compositora e apresentadora, falou sobre a sua experiência no atletismo, a época em que atuou como professora e de como foi o desafio de assumir a Banda Beijo, aos 23 anos de idade. A artista também falou sobre os planos dela para o carnaval deste ano, por que não gostou de ter gravado a música Maionese, os motivos que a fizeram desistir da candidatura como vereadora, pelo Partido da República (PR), nas eleições do ano passado e opinou sobre o documentário Axé - Canto do Povo de um Lugar, de Chico Kertész. Não deixe de ver! Link: http://desdequeeumeentendoporgente.blogspot.com.br/2017/01/gilmelandia-musica-e-projetos-sociais.html.

Observação: por causa de um erro operacional, a entrevista teve que ser dividida em duas partes. Sendo assim, infelizmente, um trecho, de, no máximo, dez segundos, em que Gilmelândia falou que o documentário Axé - Canto do Povo de um Lugar serve para os fãs do gênero matarem a saudade de uma época, foi perdido. Desde já, a produção do Sem Edição pede desculpas pelo inconveniente, embora não tenha sido nada que comprometesse a totalidade da entrevista.

Agradecimentos mais que especiais a Gilmelândia! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Gil! Mais sucesso!

Data da gravação: 12 de janeiro de 2017
Local: Residência da entrevistada (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior

Sem Edição| Gilmelândia, Música e Projetos Sociais - Parte 1

Sem Edição| Gilmelândia, Música e Projetos Sociais - Parte 2

*
Fernando Guerreiro, Fundação Gregório de Mattos e políticas culturais    8/1/2017 
Fernando Guerreiro: gestor cultural, radialista, produtor e diretor de teatro. Foto: Raulino Júnior
Por Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, dentro das comemorações pelos seis anos do DesdeFernando Guerreiro, produtor, diretor teatral, radialista e atual presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), dá uma aula sobre gestão cultural e aponta caminhos para o campo da cultura em Salvador, principalmente para a área de teatro. 

Fernando, que completa 40 anos de carreira em 2017, revela os planos que tem para comemorar todos esses anos de caminhada no fazer artístico da cidade. Durante a entrevista, ele fala sobre a política de editais, da Axé Music, da falta de diálogo entre a FGM e a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), da ausência de crítica na cena cultural, da experiência como diretor do Arerê Geral (programa de auditório veiculado pela TV Bahia, em 2001), opina sobre a Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), fala como é presidir a FGM e sobre os planos da instituição para 2017. Ufa! É muita coisa! Não deixe de ver! Link: http://desdequeeumeentendoporgente.blogspot.com.br/2017/01/fernando-guerreiro-fundacao-gregorio-de.html.

Agradecimentos mais que especiais a Fernando Guerreiro! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Fernando! Mais sucesso!

Data da gravação: 4 de janeiro de 2017
Local: Fundação Gregório de Mattos (FGM, Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Enézio de Deus, direitos humanos e políticas para a comunidade LGBT   27/12/2016    
Enézio de Deus: os Direitos Humanos no foco da discussão. Foto: Raulino Júnior

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, Enézio de Deus, que é escritor, compositor, advogado, mestre e doutor em Família na Sociedade Contemporânea, pela Universidade Católica do Salvador (UCSal), fala um pouco de Retirolândia, cidade onde nasceu, da sua trajetória e de temáticas voltadas para a diversidade sexual e identidade de gênero. As políticas públicas para a comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), o papel da mídia nesse debate e a Parada Gay também estão na pauta da entrevista. Não deixe de ver!

Observação: desde já, nos desculpamos pelos ruídos. É sem edição! :)

Agradecimentos mais que especiais a Enézio de Deus! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Enézio! Mais sucesso!

Data da gravação: 26 de dezembro de 2016
Local: Centro Administrativo da Bahia (CAB, Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Igor Dantas, a Música e o Jornalismo   5/10/2016    
Igor Dantas: cantor, compositor e jornalista. Imagem: reprodução do vídeo

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, o cantor, compositor e jornalista Igor Dantas fala sobre como começou a sua história na música, de suas composições e da participação no festival de música dos Correios, em 2006.

Na conversa, Igor ainda conta sobre a experiência de ter trabalhado no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), do Governo do Estado da Bahia, e sobre sua carreira no radiojornalismo. Ele também analisa o jornalismo feito na Bahia e no Brasil e fala de sua paixão pela fotografia e pela psicologia. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Igor Dantas! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Igor! Mais sucesso!

Data da gravação: 4 de outubro de 2016
Local: Praça 2 de Julho (Largo do Campo Grande, Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
A pluralidade artística e cultural de Gil Alves    11/9/2016
Gil Alves: um artista multifacetado. Imagem: reprodução do vídeo

Nesta entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, o multifacetado Gil Alves fala sobre sua carreira, a experiência de ter trabalhado com Daniela Mercury por mais de uma década e faz uma análise contundente sobre os rumos tomados pela Axé Music.

Gil, que é bailarino, produtor audiovisual, produtor artístico, cantor e compositor, fala ainda sobre a valorização da dança no Brasil e na Bahia e sobre o trabalho de direção artística que realiza com o Grupo iNsight, de danças urbanas. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais ao multitalentoso Gil Alves! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Gil! Mais sucesso!

Data da gravação: 10 de setembro de 2016
Local: Hotel Villa Santo Antônio (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Heron, a Cena e o Teatro "Sem Açúcar"    17/8/2016
Heron Sena: ator, poeta e dramaturgo. Imagem: reprodução do vídeo

Nesta entrevista exclusiva para o Sem Edição, o ator Heron Sena fala sobre o início de sua carreira artística e da sua passagem pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde transitou pelos cursos de Produção Cultural, Direção Teatral e Interpretação Teatral, no qual se formou. Durante a conversa, Sena opina sobre o atual teatro baiano e a profissionalização do artista.

Heron também recorda a experiência que teve na produtora +1 Filmes e no jornal Bahia 247, em que realizou trabalhos audiovisuais. Sobre o novo texto que escreveu, cujo nome é Pena, Cabaça e Cruz: pelo certo; pelo grito de corpos periféricos, o ator destaca a motivação para produzi-lo, o tempo que destinou para criar a obra, o processo de pesquisa e o que, de fato, quer discutir na dramaturgia. Ainda explica o que denomina como "Geração Miojo", conceito que figura no texto. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais ao talentoso Heron Sena! Obrigado pela confiança, Heron! Mais sucesso!


Data da gravação: 15 de agosto de 2016
Local: Salvador-BA
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Questões do Feminismo com Joanna Paroli, da rede MUMBI    21/6/2016

Joanna Paroli. Foto: captura de tela feita em 21 de junho de 2016.

O Sem Edição abre espaço para discutir uma pauta necessária e obrigatória desde sempre: o feminismo. Nesse sentido, a seção convidou Joanna Paroli, integrante da rede MUMBI (Mulheres Militantes do Bairro à Internet), para uma entrevista exclusiva. Durante a conversa, Joanna fala sobre o que é ser feminista nos dias de hoje, explica a diferença entre feminismo e machismo, conta como a MUMBI começou e quais as ações desenvolvidas pela rede. Além disso, opina sobre o atual momento da luta feminista no Brasil e sobre as atuações de Fátima Pelaes (Secretária Nacional de Política para as Mulheres) e Olívia Santana (Secretária Estadual de Política para as Mulheres). Vale muito a pena assistir a esta entrevista esclarecedora!

Agradecimentos mais que especiais à Joanna Paroli, pela confiança e disponibilidade; e à Tâmara Terso, que auxiliou na produção. Obrigado, meninas!

Observação: o Desde pede desculpas pela qualidade da imagem da entrevista.


Data da gravação: 20 de junho de 2016
Local: Pavilhão de Aulas da Federação V - UFBA (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior


*
Elton Magalhães, a Literatura e o Cordel  10/4/2016

Por Raulino Júnior

No vídeo de estreia da temporada 2016 do Sem Edição, uma entrevista especial com Elton Magalhães, professor, poeta e cordelista. Durante o bate-papo, foram abordados temas como literatura de cordel, leitura, sociedade brasileira e educação. Não deixe de ver!

Elton Linton Oliveira Magalhães tem 30 anos, é formado em Letras Vernáculas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e tem mestrado em Literatura pela mesma instituição. Há dois anos, lançou o livro 2014: o Ano da Copa no País do Futebol, pela editora Mondrongo. Elton é professor do departamento de Letras da Universidade Católica do Salvador (UCSal) e autor do blog O Cordel na Web.

Agradecimentos mais que especiais a Elton Magalhães, pela confiança e disponibilidade.

Data da gravação: 8 de abril de 2016
Local: Residência do entrevistado (Salvador-BA)
Idealização e produção: Raulino Júnior



*

Entrevista com Matheus Boa Sorte   22/11/2015

 
O décimo quarto vídeo da seção Sem Edição traz uma entrevista exclusiva com Matheus Boa Sorte, apresentador do programa Dendê na Mochila, da TV Aratu (SBT-Bahia). Matheus nasceu em Guanambi, município do estado da Bahia, tem 22 anos e se destacou na televisão baiana em 2015.

Na entrevista, ele fala de TV e de suas primeiras experiências nesse veículo, de empreendedorismo e de sua história na música. É um relato bem interessante! Não deixe de ver!

A conversa com Matheus Boa Sorte encerra a temporada de 2015 do Sem Edição, que volta com tudo em 2016. Obrigado a todo mundo que acompanhou o canal!

Observação: em alguns poucos momentos do vídeo, a imagem perde a nitidez. A razão para esse problema ainda é desconhecida. Desde já, desculpa pelo transtorno!

Agradecimentos mais que especiais a Matheus Boa Sorte, uma pessoa atenciosa e cordial. Obrigado, Matheus! Boa sorte sempre!


*

Entrevista com o elenco da peça Somos Todos Lázaros   13/10/2015


O décimo terceiro vídeo da seção Sem Edição traz uma entrevista exclusiva com o elenco da peça Somos Todos Lázaros. O espetáculo, que estreia hoje, é dirigido por Ronaldo Braga e mostra os conflitos na vida matrimonial de Lázaro (Rodrigo Rodrigues) e Martina (Carol Fernandes). Durante a conversa, os artistas, que integram a Companhia de Teatro Atores do Sol, falam sobre o enredo da história, o perfil de cada personagem e suas respectivas carreiras. Confira e programe-se!

A temporada vai até 26 de novembro, sempre às terças, quartas e quintas, às 20h, na Casa Preta (bairro Dois de Julho, em Salvador). Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Observação: no início do vídeo, Raulino Júnior troca as bolas e fala o nome da peça de forma incorreta: em vez de "Somos Todos Lázaros", o jornalista fala "Todos Somos Lázaros". Desculpa pelo erro!

Agradecimentos mais que especiais a todo o elenco da Companhia de Teatro Atores do Sol, especialmente à Fernanda Neo, que gravou o vídeo e fez algumas fotos da entrevista. Obrigado!



*

Cidadãos se reúnem no Dique do Tororó para discutir questões da sociedade   16/8/2015



O destaque do décimo segundo vídeo da seção Sem Edição é o Papo 12, uma iniciativa promovida pela Família 12, organização sem fins lucrativos. Trata-se de um encontro de cidadãos a fim de discutir temáticas importantes para o convívio humano, como cultura, filosofia, política e sociedade. Tal qual o metódo de Sócrates, para participar da roda de conversa não é exigido nenhum pré-requisito, basta ser humano. Os temas, as opiniões e os debates são livres. No vídeo, você vai conhecer o espírito da ação e conferir a entrevista exclusiva que Diogo Marinho, um dos idealizadores, concedeu para a Sem Edição. Assista e, principalmente, mobilize-se!

Agradecimentos mais que especiais a todos os participantes do Papo 12. Especialmente, a Diogo Marinho.


*

Victória Rosa: "Música é a minha vida"  20/7/2015


O décimo primeiro vídeo da seção Sem Edição traz uma entrevista exclusiva com Victória Rosa. Ela tem 17 anos de idade e, há pouco mais de cinco meses, decidiu que a música seria a sua companheira na vida e para sempre. Na conversa, Victória fala sobre como nasceu o seu amor pela arte de cantar, as suas referências musicais e enfatiza: "Música é a minha vida". Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais à Sandra Moreira, Liliam Cristina e Abinei Santana, que auxiliaram na produção do vídeo. 



 *

Entrevista com Thiago Rigaud, profissional de educação física e ator: "A gente é o que a gente quer"  20/6/2015


O décimo vídeo da seção Sem Edição traz uma entrevista exclusiva com Thiago Rigaud. Ele tem 33 anos, é profissional de educação física e ator. Dá aulas de zumba em algumas academias de Salvador, dançou com Magary Lord e Claudia Leitte, e já esteve em cartaz nos palcos da Bahia com o monólogo Madrugada, Me Proteja!. Nesta entevista, Rigaud fala sobre carreira, zumba, teatro e o cenário de dança na Bahia.



 *
TIETAndo o Picado (Parte 3): a casa de Perpétua 24/5/2015


O nono vídeo da seção Sem Edição mostra a casa que foi utilizada pela produção do filme Tieta do Agreste para ser a residência da família Esteves. A casa pertencia a Perpétua e abrigou Tieta e Leonora, quando elas chegaram a Santana do Agreste. Este é o último vídeo de uma série que falou sobre os bastidores do filme, que foi gravado em 1995, no povoado do Picado, em Conceicão do Jacuípe, interior da Bahia.

Agradecimentos mais que especiais à Cristiane Silva, que gravou este vídeo; à Karla Kristyane e à Deinha, que auxiliaram na produção. Cau, um senhor que trabalha na casa até hoje, foi quem mostrou os detalhes da residência para a nossa equipe. A ele, os nossos agradecimentos também.



*

TIETAndo o Picado (Parte 2): entrevista com dona Maria dos Prazeres e dona Ester 20/5/2015


O oitavo vídeo da seção Sem Edição exibe uma entrevista com dona Maria dos Prazeres e dona Ester. Elas são moradoras do povoado do Picado, em Conceição do Jacuípe, lugar escolhido para as gravações do filme Tieta do Agreste, em 1995. Dona Maria dos Prazeres participou das filmagens e, junto com Ester, conta algumas lembranças da época. Este é o segundo vídeo da série que vai falar sobre os bastidores do filme e de como ele mudou a dinâmica do lugarejo. O convite está feito!

Agradecimentos mais que especiais à Cristiane Silva, que gravou este vídeo; à Karla Kristyane e à Deinha, que auxiliaram na produção.



 *

TIETAndo o Picado (Parte 1) 15/5/2015



Em 1995, o povoado do Picado, localizado em Conceição do Jacuípe, foi escolhido para ser o cenário das gravações do filme Tieta do Agreste, baseado no romance homônimo de Jorge Amado. A produção, lançada em 1996, foi dirigida por Cacá Diegues e teve Sônia Braga como protagonista. O sétimo vídeo da seção Sem Edição inaugura uma série que vai falar sobre os bastidores do filme e de como ele mudou a dinâmica do lugarejo. Fica o convite para você assistir!

Agradecimentos mais que especiais à queridíssima Cristiane Silva, que gravou e dirigiu este vídeo. 

  
 *

Série sobre Senhor do Bonfim: entrevista com artistas bonfinenses  17/4/2015


O sexto vídeo da seção Sem Edição traz uma entrevista com três artistas bonfinenses que estão participando da Mostra Bonfim em Cena: Alexandre Magalhães (Ballet Sacramentinas), Nando Lemos e Rebert Guimarães (Companhia Cênica Omim Odara). Na conversa, eles falam da importância do evento para a cidade e dos planos para o futuro em suas respectivas áreas artísticas. Este é o último vídeo da série sobre Senhor do Bonfim.

Agradecimentos especiais a Caio Cruz (cinegrafista e produtor) e Milena Anjos (produtora).


*

Série sobre Senhor do Bonfim: o Centro Cultural Ceciliano de Carvalho 14/4/2015


O quinto vídeo da seção Sem Edição fala sobre o Centro Cultural Ceciliano de Carvalho, que fica em Senhor do Bonfim, cidade do centro-norte da Bahia. Este é o segundo de uma série de três vídeos sobre o município.

OBSERVAÇÃO:  por diversas vezes, o repórter fala "Cavalho" em vez de "Carvalho". Desde já, pedimos desculpas.

Agradecimentos especiais a Caio Cruz (cinegrafista e produtor) e Milena Anjos (produtora).


* 

Série sobre Senhor do Bonfim: um pouco da cidade 12/4/2015


O quarto vídeo da seção Sem Edição traz informações sobre a origem e características de Senhor do Bonfim, cidade que fica no centro-norte da Bahia. Este é o primeiro de uma série de três vídeos sobre o município.

OBSERVAÇÃO:  o conceito de "piemonte" apresentado no audiovisual está errado. Em breve, a correção.

Agradecimentos especiais a Caio Cruz (cinegrafista e produtor), Milena Anjos (produtora) e Adriana Santana (produtora).


  *

No Dia Mundial do Teatro, "Desde" entrevista doutoranda em Artes Cênicas   27/3/2015


O terceiro vídeo da seção Sem Edição traz uma entrevista com Roberta Roldão, doutoranda em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia. Em pauta, a própria experiência dela com a arte teatral e a indústria da cortesia de ingressos: "É um problema estrutural do Brasil". Não deixe de ver!


 *

Fruta na Feira: pEgar ou pAgar?  24/2/2015


O segundo vídeo da seção Sem Edição fala sobre o hábito que algumas pessoas têm de pegar fruta na feira sem pagar. Além de ser um desrespeito com os feirantes, tal comportamento não é nada higiênico, uma vez que a fruta é ingerida sem ser lavada. E você? O que acha disso? Assista! Comente! Critique!


 *

Novidades do Desde para 2015   18/1/2015


Por Raulino Júnior 

O primeiro vídeo da seção Sem Edição fala das novidades do blogue para 2015. O objetivo da seção é o de produzir conteúdo audiovisual sem fazer reparos, sem editar. Assista! Comente! Critique!



Postar um comentário

6 Comentários

  1. Fantástico!!! Adorei seu desdesemprenovo!!!! Estarei aqui colada...sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Meu professor querido!!!! Muito interessante à historia da cidade do Senhor do Bonfim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rhailan! Tudo bem? Que bom que você gostou! É só o início de uma experiência. Obrigado pela atenção! Grande abraço!

      Excluir
  3. É isso Raulino, andei por aqui, gostei do blog, será uma honra ser assunto desta casa e DESDE já lhe espero.

    ResponderExcluir
  4. Que bacana! Obrigado pela visita, Ronaldo! A honra é minha! Grande abraço!

    ResponderExcluir