Sem Edição| Salete Maria da Silva, Assédio Moral na UFBA, Feminismos e Literatura de Cordel

Salete Maria da Silva: "O assédio moral é um uso exacerbado do poder". Foto: Felipe Fernandes
Por Raulino Júnior 

Salete Maria da Silva se formou em Direito, na Universidade Regional do Cariri (URCA), tem mestrado em Direito, pela Universidade Federal do Ceará (UFC), e é doutora em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismo, pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismo, da Universidade Federal da Bahia (PPGNEIM/UFBA). É docente do Bacharelado em Estudos de Gênero e Diversidade, da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA (FFCH/UFBA), cordelista feminista e compositora. É uma das coordenadoras do JUSFEMINA, grupo de pesquisa e ação em gênero, direito e políticas para a igualdade. 

Na primeira parte da entrevista exclusiva que concedeu para o Sem Edição, conteúdo audiovisual do Desde, a professora fala sobre a pesquisa que vem desenvolvendo na UFBA acerca de assédio moral. Ela traz dados, comenta casos e caracteriza a prática: "É um exercício do autoritarismo".  Para saber mais sobre o estudo, as pessoas interessadas podem entrar em contato pelos e-mails salete.maria@ufba.br e salete.maria.silva@gmail.com. Além de trazer o assédio moral para o centro do debate, a professora reflete sobre a presença de mulheres no universo da Literatura de Cordel. Ela foi considerada a autora que escreveu o primeiro cordel feminista da história do Brasil. Foi produzido em 1994. Durante o bate-papo, Salete aborda também os feminismos.

Na segunda parte, a professora fala sobre feminismo raiz, feminismo hegemônico e como ela começou a lutar pela causa, comenta sobre as eleições na Ordem dos Advogados do Brasil -Seção Bahia (OAB-BA) e diz como é feita a gestão de pessoas no JUSFEMINA. Não deixe de ver!

Agradecimentos mais que especiais a Salete Maria da Silva! Obrigado pela confiança e disponibilidade, Salete! Mais sucesso! Estendo os agradecimentos ao professor Felipe Fernandes, que ajudou na produção e fez as fotos da entrevista. Muito obrigado!

OBSERVAÇÃO: por causa de um problema técnico, a entrevista foi interrompida. Desde já, pedimos desculpas pelo inconveniente.

________________________

É Desde! É Dez! É DEZde!

Postar um comentário

0 Comentários